terça-feira, junho 21, 2005

Liga dos Campeões, Liverpool e UEFA

Tal como já expressei diversas vezes não sou contra (sou claramente a favor!) um campeão ter a sua presença assegurada na competição seguinte para defender a seu título, no entanto, não posso concordar com a solução encontrada para o "caso Liverpool". A alteração de regras a meio da competição (a Liga dos Campeões começa a jogar-se nos campeonatos nacionais da época anterior, sabendo de antemão cada federação quantas equipas pode levar e como) só deve acontecer se afectar os intervenientes de igual forma e este não é o caso.
Não sendo a primeira vez que o Campeão Europeu não adquire o direito de defender o seu título via o campeonato nacional, é a primeira vez que a regra é alterada para que tal se possa verificar (O Real Madrid também já foi campeão sem se qualificar mas a Federeção Espanhola indicou-o como seu representante, prejudicando um clube que garantiu esse direito em campo - também não percebo como isto pode acontecer!).

Agora, finalmente surge o primeiro clube a opor-se a esta situação (Slavia de Praga da República Checa) porque se sente prejudicado nas suas ambições desportivas ganhas com as regras em vigor, caso o Liverpool, atinja a 3ª pré-eliminatória, pois deixa de ser cabeça de série.
Eu já tinha alertado várias pessoas para esta situação, nomeadamente no caso de Portugal. Sporting (se se qualificar) e FC Porto descem de pote no sorteio da fase de grupos caso as equipas de melhor ranking se qualifiquem todas, situação que garantidamente não aconteceria se o Liverpool estivesse fora (Sporting ficaria sempre no pote 2 e FC Porto no 1), mas estranhamente nenhum dos clubes, nem a Federeção vieram defender os seus interesses.
Porquê? Temos que ser os bonzinhos e não denunciar a adulteração de regras quando estas apenas servem para proteger os mais fortes? Será que Sporting e FC Porto só estão a medir os aspectos comerciais da competição?
E a Federeção não devia zelar pelos interesses desportivos dos seus clubes? Mais uma vez não o fez. Depois das "queixinhas" à FIFA sobre o Sá Pinto, na mesma altura em que o Belenenses contratava um jogador irradiado do país dele, também não se esperava outra coisa.

Com tudo isto mais vale a UEFA vir claramente dizer que quer uma Liga dos Campeões sempre com as mesmas equipas independentemente de se qualificarem ou não pelos seus campeonatos. Ao estilo da NBA!!


P.S.: Na antiga Taça dos Campeões Europeus o campeão podia defender o título. Porque é que foi retirada esta possibilidade na Liga dos Campeões? Só serviu para causar polémica!